Como montar um food bike

Quem vai ao trabalho de bicicleta também pode iniciar um negócio com ela. Como conceitos de serviços de alimentos, a bicicleta se tornou uma opção de investimento mais acessível. Ganhar dinheiro em duas rodas agora é possível com uma empresa de food bike. Esses tipos de negócios também atendem um mercado cada vez maior de consumidores que se preocupam com o meio ambiente.

Como Montar um Negócio de Food Bike

Quem não tem dinheiro suficiente para abrir um negócio próprio tem a opção de montar um food bike. Para que isso ocorra é preciso que haja regularização desse empreendimento. Em algumas cidades já vigora uma legislação especifica para coordenar tudo que diz respeito as “cozinhas de rua”.

É importante consultar a prefeitura de sua região para certificar-se que esse trabalho pode ser realizado dentro da lei. Isso evitará problemas futuros por falta de licença para atuar.

Entendendo o modelo de negócio

Um food bike tem limitações, já que se trata basicamente de uma lancheria em duas rodas. Muitas pessoas compram como se fosse um negócio parecido com “carrocinhas de cachorro quente, churros, pipoca, etc.” Porém, há diferenças significativas entre ambos os empreendimentos. Isso, porque a preferência é por servir refeições gourmet, como alternativa a uma refeição saudável na rua.

Escolha dos alimentos a ser vendido

É importante oferecer um alimento fácil de fazer, simples, por exemplo: invista em um molho diferente para sanduíches ou recheios especiais para salgados, etc. O diferencial do seu produto é o que vai fazer o seu negócio ser mais rentável e se diferenciar dos demais. Lembre-se que a tendência deste negócio é a “gourmetização”, ou seja, trabalhar com alimentos especiais que as pessoas não encontram em qualquer praça de alimentação.

Leis que regulam esse negócio

Sabendo o tipo de produto que irá oferecer e o público que pretende atingir, é hora de se informar sobre a legislação vigente em sua cidade. Ter um negócio regularizado facilita o desenvolvimento desse tipo de comércio.

Apesar de algumas burocracias que envolvem a regularização desse negócio no Brasil, é importante não deixar de lado essa parte. Caso sua cidade não tenha regras para a atuação de food bike, procure pelas normas que regem a atuação de vendedores ambulantes.

Quanto custa montar um food bike?

Para instalar todas as adaptações necessárias numa bicicleta ou triciclo e abrir um negócio de food bike, os valores variam entre 3 e 5 mil reais, sendo que em alguns casos, com mais sofisticação, os gastos de montagem pode atingir até 10 mil reais. Cada empreendedor deve avaliar os recursos que tem para definir o quanto pode investir.

Visual do food bike

O visual da sua bicicleta influencia muito na venda. Um food bike atrativo vai captar mais clientes, porém a qualidade do produto oferecido também é importante. Não adianta ter uma linda bicicleta e alimentos ruins. Para esse negócio dar certo é preciso de planejamento, por isso reúna todas as informações que você puder sobre esse tipo de negócio para ser bem sucedido.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA